g2h

level

terça-feira, 9 de junho de 2015

Delirium risco

Delirium risco de morte dobra quando paciente que estão em UTI e tal alteração por confusão mental se manifesta.

Estudos apontam para afirmação acima e também revela que pouco mais de 30% que baixam na UTI são pegos de surpresa com o Delirium.
Delirium é o estado de confusão mental que poderá ocorrer na UTI.
Pacientes internados em UTIs estão sujeitas ao Delirium, uma dificuldade de raciocínio,agitação,  agressividade e alucinações.
Apesar da manifestação já é considerada comum, ainda é pouco conhecida pelos plantonistas de hospitais.
O termo delirium tem derivação do latim 'delirare', que significa "estar fora do lugar", mas é usado atualmente com o sentido de "estar confuso, distorcendo a realidade, fora de si"
Seu inicio sempre se manifesta de forma violenta "aguda", variando de algumas horas até poucos dias.
Com sonolência diurna e agitação noturna, causando prejuízos a seu ciclo saudável de sono.

Causas mais comuns encontradas em pacientes com Delirium:
Problemas neurológicos ou endócrinos (demência, problemas da tireóide, AVC);
Hipoglicemia;
Infecções em estados avançados (pneumonia, meningite...)
Efeitos de drogas anticolinérgicos, anticonvulsivantes ou outros depressores do sistema nervoso central como benzodiazepínicos e opiáceos.
Efeito de alguns medicamentos que atuam no GABA, serotonina ou na dopamina.
Intoxicação, inclusive por reação adversa a medicamentos;
Traumatismo craniano;
Transtorno psicológico;
Passar mais de 24h sem dormir;
Síndrome de abstinência de certas drogas ou medicamentos;
Pressão intracraniana alterada.

Um comentário:

Postagens populares

Google+ Badge